Funcional para Bombeiro Civil, um grande engano.

Campanhas

É comum que escolas ou associações ofereçam ou vendam a seus alunos ou associados uma “carteira funcional de Bombeiro civil” como se fosse um documento que os identifiquem como profissional da área, mas essa prática é um grande equívoco tanto da entidade que emite quanto da pessoa que a tem.

Entendendo de forma muito simples:
“tem funcional quem é funcionário de alguma empresa ou órgão público”
sendo mais comum o uso do termo funcionário para funcionários públicos.

Um Bombeiro civil só tem “funcional de Bombeiro” se for um funcionário público que exerce a profissão de Bombeiro para tais órgãos, como por exemplo, os integrantes do Serviço de Bombeiros Civis Municipal, pois são funcionários públicos municipais. 
Mesmo no caso de Associações de Ajuda Humanitária de Bombeiro Voluntários, mesmo eles sendo o serviço público de Bombeiro do município, eles não tem funcional, pois são voluntários ou empregados da Associação e não funcionários públicos municipais.

A “funcional de Bombeiro Civil” é um mito que já completa mais de 20 anos e continua enganando novatos e até veteranos na profissão.
O termo “Funcional de Bombeiro” é herdado equivocadamente das corporações militares estaduais ou distritais, onde a pessoa que é funcionário público estadual do corpo de bombeiros militar tem uma “funcional de Bombeiro”, ou seja uma identificação de que exerce a profissão de Bombeiro como um “funcionário público da corporação militar estadual”.

A funcional identifica o “funcionário” público do mesmo jeito que um crachá identifica quem é empregado de uma empresa.

É impróprio e irregular que uma escola ou associação entregue “funcional de Bombeiro” para seus alunos ou associados, exceto, se o portador da “funcional” for mesmo um “funcionário” da escola ou associação, ainda assim se a entidade for um órgão público.

Concluindo, um Bombeiro civil, só terá uma “funcional de Bombeiro” se exercer a profissão como funcionário público, seja Federal, Estadual, Distrital ou Municipal.
Ou seja, na maioria das vezes o uso do termo funcional para Bombeiro civil é um engano, uma entidade de ensino pode fornecer a seus alunos um certificado de conclusão de curso e uma associação uma carteira de associado ou algo que lhe identifique como tal.

Como ter um documento que lhe apresente como profissional da área?

Uma das formas corretas de um Bombeiro, profissional da área de prevenção e respostas à emergências, ter um documento que o identifique como tal é ser inscrito nos registros do Conselho Nacional de Bombeiros Civis, cnbc.org.br que como entidade do 3º Setor emite um documento em forma de cartão que identifica o portador como um profissional inscrito em seus registros e assim compromissado com o Código de Ética e demais preceitos de qualidade, desempenho e excelência defendidos pelo CNBC.

Saiba mais em cnbc.org.br e solicite sua inscrição.