CNBC registra BO contra falso advogado e publicações em sites que atuam na área de Bombeiros.

Brasil
Ferramentas
Tipografia
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Textos, áudios e vídeos em sites e redes sociais com ataques ao CNBC e seus diretores foram aceitos para registro de Boletim de Ocorrência por calúnia e injuria na 5ª. Delegacia de Polícia de Brasília - DF, autores de SP, RS, MG, RN e AM estão na primeira lista, um deles é apresentado por associado como advogado.

 

Feito Boletim de Ocorrencia Polícial

O Conselho Nacional de Bombeiros Civis - CNBC, por meio dos seus representantes legais, registrou Boletim de Ocorrência na 5ª. Delegacia de Polícia Civil (Brasília - DF), contra os empresários Handerson Fábio Alves (Belo Horizonte - MG) e Júlio Cesar Valencio (Viamão - RS) por usarem do site conexão bombeiro, perfis em rede social e grupos em aplicativo de mensagens para promover injurias contra o CNBC e seus membros, essa dupla chegou até a apresentar o Handerson Fabio, autor das injurias, como “advogado” em forma de endosso a tais notícias caluniosas.

imagem advogado desfoqueEle não é advogado, diz OAB.

Foi feita consulta a OAB-MG em 19/09/2017, protocolo 2017091700000356, a fim de esclarecer se ele é advogado registrado na entidade, a resposta é que Handerson Fábio Alves não possui registro. Também em consulta ao Cadastro Nacional dos Advogados do Brasil (cna.oab.org.br) verificou-se que em nenhuma das unidades da OAB nos Estados e no Distrito Federal há tal registro. Levado o caso a Ouvidoria da OAB-Federal, o ouvidor caracterizou o fato como exercício ilegal da advocacia orientando registro de Boletim de Ocorrência junto a Polícia Civil. É importante salientar que ele também se apresenta em outros áudios como ‘diretor’ da Frente Parlamentar Mista do Bombeiro Civil no Congresso Nacional.
Ao lado uma das imagens apresentando o suposto advogado em sites e redes sociais (desfoque nosso).

Notícias falsas ou convenientemente distorcidas

Não é a primeira vez que os sites conexaobombeiro.com.br e conexaobombeiro.blogspot.com e perfis sociais administrados por Júlio Cesar Valencio publicam notícias falsas ou distorcidas em cumplicidade com Handerson Fabio Alves e os interesses de seu grupo, ambos são diretores da associação Febrabom e membros do grupo que ostentam títulos de ‘conselheiros’ da Frente Parlamentar Mista do Bombeiro Civil se apresentando indevidamente como autoridades empossadas pelo Congresso Nacional, estas nomeações questionáveis são distribuídas por intermédio dos articuladores políticos e empresários do Distrito Federal como Amadeu Ceciliano Junior, Aldo Magalhães e Rafael Alves de Oliveira, diretores do Inadebp e do polêmico sindicato Sepebc alvo de ações do Ministério Público.

No suposto site de notícias e respectivos perfis sociais não se apresentam CNPJ como tal, endereço ou nome de responsável pelas publicações, se verificou que os vários perfis de serviços, cursos, lojas e da Febrabom-RS são do mesmo empresário Júlio Cesar Valencio (nome fantasia: Bombeiros Civis RS Artigos e Treinamentos), este suposto site de notícias não apresenta editor responsável ou elementos que o caracterize como veículo de mídia idôneo.

Mais sites e seus autores também foram denunciados

cnbc registra bos

Também foram aceitas na 5ª. DP de Brasília denúncias contra injuria ao CNBC pelos empresários Leonardo Aparecido Baldo Ferraz do site diariobombeirocivil.blogspot.com.br de São Paulo - SP, Marcelo Henrique Ferreira Paiva e Jefferson Alves da Silva (Jeff) do site bombeirocivilrn.com (Esquadrão Nacional de Bombeiros Civis) ambos de Macaíba - RN, e José da Silva Mendes e Luciano de Jesus Cruz Lima, ambos do Sindicato dos Bombeiros Civis do Amazonas.

Outras publicações caluniosas e difamatórias com injurias e ataques a imagem institucional do CNBC e a moral de seus integrantes estão sendo analisadas para identificar e responsabilizar seus autores e aqueles que em cumplicidade as divulguem. Agradecemos informações que possam identifica-los, contatos para informações em cnbc.org.br/contatos

Após registrar Boletim de Ocorrência contra a dupla por exercício ilegal de advocacia e a estes e aos demais por injuria, o departamento jurídico do CNBC segue com ações buscando a retratação e reparação de danos, entre as provas apresentadas estão impressões de sites, textos, fotos, originais e trascrições de áudios e vídeos em grupos e redes sociais.

 

ONU alerta sobre os riscos de notícias falsas

Relevante mencionar que segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), a publicação de boatos e notícias falsas são motivo de grande preocupação global e podem gerar consequências muito graves à toda Sociedade.

CNBC relata perseguição por interesses políticos e empresariais

Segundo a presidência: há algum tempo o CNBC é atacado por dois grupos de pessoas, um são pessoas de má-fé que por interesses políticos e comerciais tentam nos desacreditar, afinal nossas campanhas e denúncias em defesa e desenvolvimento do setor dificultam que corrupção, abusos e exploração voraz continuem em nossa área, o outro grupo são pessoas até de boa intenção mas, que se deixam enganar e manipular pelo primeiro grupo criando visão equivocada e preconceito.

O CNBC reafirma ser totalmente a favor da liberdade de expressão, porém não é raro acontecerem ataques ao Conselho impetrados por aqueles que possam se sentir ameaçados pelas campanhas de enfrentamento e denúncias promovidas contra irregularidades e abusos, quando estes ataques se caracterizam crimes contra honra se exigem providências.

O CNBC comprova sua idoneidade e reafirma compromisso social junto à Sociedade pela defesa e desenvolvimento das profissões e do setor, das pessoas que as exercem, do mercado de trabalho e das políticas por ensino, emprego e serviços de prevenção e resposta a emergências em municípios, empresas e comunidades,

Por fim, o CNBC apela a toda sociedade que ajude a desfazer a injustiça destes ataques, afinal:
“A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos”
(Barão de Montesquieu).

 

Ivan Campos - CNBC 010001
Bombeiro Nível 3, Presidente CNBC

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar